Header Ads

Após 13 anos, Luana Piovani grava novela e diz que convites anteriores não brilharam aos olhos


UOL
Luana Piovani durante coletiva de imprensa para apresentar a novela "Guerra dos Sexos"
Após um hiato de 13 anos, Luana Piovani está  de volta à uma novela do começo ao fim -- a última foi "Suave Veneno", em 1999 --. No remake de “Guerra dos Sexos”, que estreia dia 1º de outubro, a atriz será Vânia, uma mulher independente e braço direito da protagonista Charlo, interpretada por Irene Ravache.

“Era impossível dizer não para esse convite. ‘Guerra dos Sexos’ é escrita pelo Sílvio de Abreu, a personagem na primeira versão foi feita pela Maria Zilda, eu vou ser braço direito da Irene Ravache e dirigida pelo Jorge Fernando”, pontuou Luana.

Ela ainda frisou que retornar em uma novela das sete, “com uma história mais divertida e com menos responsabilidade no ibope” também pesaram sobre a decisão.  Desde “Suave Veneno”, Luana só participou de seriados como “A Mulher invisível” e “Na Forma da Lei”.

Relembre alguns trabalhos feitos por Luana Piovani
Veja Álbum de fotos
A “opção” pelo afastamento de uma obra longa, segundo Luana, se deu por diversos fatores. Dentre eles “convites que chegaram na hora errada” e “personagens que não fizeram seus olhos brilharem”.

“Eu queria fazer outras coisas que não só a televisão, queria chegar numa média boa entre teatro e cinema. Produzi todas as minhas peças infantis e isso leva tempo. Sempre o que me fez feliz foi a minha liberdade, por isso me agarrei as minhas asas”, filosofou Luana.

O retorno marca também uma nova fase da atriz, dessa vez como mãe do menino Dom, de seis meses. Para conciliar as gravações, foi montado um camarim especialmente para o bebê.

“Confesso que fiquei reticente por causa dele, mas sabia que a hora é agora. A equipe está sendo muito gentil. Venho gravar com o Dom, a babá, várias bolsas. Estou fazendo o milagre da multiplicação do tempo, sinto que não quero abrir mão de nada”, frisou ela.

Indagada para quem torce na “guerra entre os sexos masculino e feminino”, Luana garantiu que sempre foi do time das mulheres e que em sua relação com o surfista Pedro Scooby procura o equilíbrio.

“Sou muito fã do equilíbrio que se dá entre o homem e a mulher. Acho que é bom alguém que lide mais da conta e alguém que cuida mais da planta, alguém que cuide mais da alimentação da casa e outro do quanto está sendo gasto de gasolina no carro”, explicou ela.

Quando o assunto são os comentários feitos em sua página do Twitter, Luana negou que seja uma pessoa polêmica. “Sou sincera, cada um escolhe o prisma pelo qual quer olhar. Eu prefiro dizer que sou sincera”, frisou ela que após “Guerra dos Sexos” retornará ao palcos no infantil “Mania de Explicação”, adaptado do livro de Adriana Falcão.
Tecnologia do Blogger.