Header Ads

Silvio Santos dá selinho em Hebe no caixão e usa velório pra fazer propaganda do Teleton


UOL
Silvio Santos dá selinho em Hebe no caixão (29/9/12)
Silvio Santos chegou ao velório de Hebe Camargo por volta das 21h. Enquanto os repórteres se acotovelavam para entrevistar o prefeito Gilberto Kassab, o empresário e apresentador aproveitou para entrar despercebido. Foi até o caixão da apresentadora, conversou com o corpo por alguns minutos e, por fim, deu lhe um selinho. Antes de sair, sorriu para os fotógrafos.

A saída de Silvio foi tumultuada. Cercado por câmeras e seguranças, ele foi andando sorridente sem responder a nenhuma pergunta. As pessoas o questionavam se era uma grande perda e se o selinho tinha sido uma homenagem, mas ele não respondeu. Quando lhe pediam uma palavra, ele dizia: "Até duas, dá licença!"

Por falta de sorte do apresentador, os seus seguranças não encontravam o carro e Silvio fez um longo percurso em volta do Palácio dos Bandeirantes cercado de jornalistas. Quando os seguranças tentavam empurrar os repórteres de forma mais truculenta, Silvio intercedia: "Deixa, deixa! Eu não sou de vidro. Deixa eles andarem até o carro..."

Em determinado momento, quando o bolo de gente parou, ja que os seguranças ainda não tinham avistado o carro, Silvio se viu acuado. Então, sem perder o bom humor, respirou fundo e decidiu fazer propaganda do Teleton em nome da Hebe.

"Gostaria de dizer que a Hebe vai fazer uma grande falta para a televisão brasileira e principalmente para o Teleton. Então, quero que aproveitem essa oportunidade de fazer uma última homenagem à Hebe e pedir que no dia do Teleton façam doações, assim como ela, que sempre se colocou à frente para ajudar as crianças excepcionais. Neste ano, precisamos de R$ 27 milhões para ajudar a manter as casas que já construímos nas edições anteriores", disse o apresentador.

O bolo de gente voltou novamente a andar, enquanto Silvio fazia brincadeiras com os repórteres. Quando uma jornalista tentou fazer uma pergunta, ele indagou: "Para quem é?". "Para a Record", ela respondeu. "Virou evangélica, é?", ironizou o apresentador. "Não, sou muçulmana", ela disse. "Então, não iria dar certo, porque eu sou judeu."
Tecnologia do Blogger.