Header Ads

Com fim do horário político, Globo e Record tentam recuperar audiência


NT

O horário eleitoral chegou ao fim na última sexta-feira (27), para o alívio de muitos telespectadores e das emissoras de televisão.

A Globo, por exemplo, passou por uma semana tenebrosa no que se refere ao Ibope de suas telenovelas.

O horário eleitoral que adiantou a programação da emissora em São Paulo pode ser o principal responsável pela queda nos índices, além do horário de verão.

"Malhação", que no passado alcançava índices acima de 35 pontos, chegou a cravar 10 pontos.

A novela das seis "Lado a Lado" também bateu recorde negativo com apenas 14 pontos de média nesta última semana.

"Guerra dos Sexos" mantém sua audiência bem abaixo da antecessora "Cheias de Charme", com índices que não ultrapassam 25 pontos fácilmente.

Já a recém-estreada "Salve Jorge" marcou na última sexta (26) sua pior média no Ibope: 31 pontos.

A situação não é muito diferente para a Record. A emissora perdeu a vice-liderança para o SBT em várias capitais do Brasil e vai tentar na próxima semana se reerguer com o lançamento da "Fazenda de Verão", que estreia na próxima quarta (31) às 21h45. A emissora espera pelo menos dois dígitos, ou seja, 10 pontos para ficar mais aliviada.

Já o SBT está em uma situação mais confortável. O horário eleitoral não afastou o público fiel de "Carrossel", que segue com audiência entre 12 e 15 pontos, e atrações como o "Programa do Ratinho" e "A Praça é Nossa" seguem conquistando o segundo lugar para o canal de Silvio Santos.
Tecnologia do Blogger.