Header Ads

Final de "Salve Jorge" pede cena congelada e "Oi, oi, oi"


F5

É, não vai ser fácil convencer Dona Áurea (Suzana Faíni)! A mãe de Théo (Rodrigo Lombardi) está mesmo fazendo jogo duro com a 'futura nora': "eu quero o melhor para o meu filho, e o melhor para o meu filho não é você!" - disse ela assim, na lata de Morena (Nanda Costa), que fora encontrar-se com Théo na casa dele.

Morena ainda tentou aproximar-se da mãe do amado, mas entendeu que ali não vai ter muito jogo. "A senhora queria ele com a tenente (Érica)?", pergunta Morena, quase afirmando. "Eles combinavam mais", consente a dona da casa. Morena então sai para esperá-lo lá fora.

Cacilda (Rosi Campos), a melhor amiga de Dona Áurea, não acredita que ela teve coragem de dizer isso para a moça. "Disse e não me arrependo", confirma a enérgica mãe de Théo. "Não comemore", avisa-lhe Cacilda, "foi gol contra! Amor contrariado é amor eterno", filosofa a sua falante e divertida amiga.

Mal sabe Dona Áurea o que logo estaria por vir. Théo chega e leva Morena para o santuário de São Jorge. Ajoelha-se na frente do padroeiro, faz uma oração e, sem se levantar, pede Morena em casamento. "Aqui não é lugar pra brincadeira, Théo!", responde a moça um tanto aturdida.


"Eu te amo demais, Morena, e escolhi esse lugar aqui pra falar isso", continua Théo, que não parecia brincar. "Eu também te amo, te amo muito!", diz-lhe Morena, e entra Roberto Carlos: "esse cara sou eu"!

Cenas calientes ao som do 'rei' e Théo complementa a sua declaração: 'eu tenho duas certezas na minha vida: de que eu sempre quis ser militar e a de que eu quero ficar com você pro resto da minha vida. E você?".

"Desde o primeiro dia que eu te vi eu sabia que tu era o cara da minha vida!", responde Morena. "Aquele que está do seu lado pro que der e vier, o heroi esperado por toda mulher - esse cara sou eu", arremata ao fundo Roberto Carlos.

Mais tarde, embalados pelos momentos deliciosos que tiveram, Théo e Morena voltam para a casa dele e encontram Dona Áurea sentada na sala, absorta. Théo lhe dá um beijo e a notícia que ela mais temia: "a gente vai casar!".

Por um segundo, pela expressão de Dona Áurea e pelo costume, que ainda não se desvaneceu totalmente, deu a nítida impressão de que o rosto de Suzana Faíni ia 'congelar' e ouviríamos: oi,oi,oi! Mas só por um segundo.
Tecnologia do Blogger.