Header Ads

Mãe de Britney diz que drogaram comida dela


BAND

Lynne Spears, mãe de Britney, declarou ao tribunal de Los Angeles que Osama 'Sam' Lufti, que diz ter sido empresário da cantora, admitiu ter colocado drogas na comida da filha há cinco anos para ajudá-la a dormir.

De acordo com informações da "BBC Radio 1", Sam Lufti reivindica na Justiça um percentual dos rendimentos de Britney Spears em 2007 e 2008, tempo em que a artista passou por problemas pessoais que afetaram sua carreira. Na época, ela raspou a cabeça, perdeu temporariamente a custódia dos filhos e precisou passar um tempo internada.

Apesar da preocupação com a filha, Lynne disse que decidiu não ligar para a polícia. Ela também admitiu que ficou afastada de Britney por um breve período em 2007, e que Lufti queria ajudar a uni-las novamente.

Lutfi está processando o pai e a mãe da cantora por lesão corporal e calúnia, respectivamente. Ele diz que Lynne escreveu mentiras sobre ele em seu livro "Through the Storm", lançado em 2008. O pai da popstar, por sua vez, teria dado um soco nele.

Os advogados alegam que Lutfi nunca atuou como empresário dela. Ele teria sido uma espécie de contínuo, encarregado de tarefas subalternas.

Britney Spears, que voltou aos holofotes recentemente, após ser contratada como jurada do reality show musical "The X-Factor" não deve aparecer no julgamento.
Tecnologia do Blogger.