Header Ads

"Pressão por audiência é uma constante em nosso trabalho", diz Regina Volpato


http://natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20121028182315.jpgNT

Principal aposta da RedeTV! para este final de ano, o “Se Liga Brasil” estreia nesta segunda-feira (29). O programa, que terá formato de revista eletrônica e irá ao ar pelas manhãs diariamente, terá apresentação de Regina Volpato, Douglas Camargo e Heaven Delhaye.

Em entrevista exclusiva ao NaTelinha, Regina contou um pouco mais da atração. “Além de informação, teremos outros assuntos que interessam a quem está em casa pela manhã: um pouco de fofoca, tendências de moda, a dieta do momento, debates e etc”, disse a apresentadora.

Regina Volpato falou também sobre sua antiga casa, o SBT, comentando que o “Casos de Família” mudou muito desde que saiu do programa e confirmando que conversou com a Record antes de aceitar a proposta de sua atual emissora.

Volpato esclareceu também que é comum haver pressão por audiência e no “Se Liga Brasil” não será diferente: “Pressão por audiência faz parte de qualquer emissora, é uma constante em nosso trabalho. Gosto de desafios e não tenho medo do novo”.

Além disso, Regina comentou que não há a qualquer inimizade entre ela e Daniela Albuquerque, sua ex-parceira de apresentação do extinto “Manhã Maior”.

“Hoje, apesar de não trabalharmos mais juntas, somos amigas e nos admiramos mutuamente. Nos falamos com frequência, ela me ligou para desejar boa sorte”, disse.

Confira a entrevista na íntegra:

NaTelinha - Apesar de sua vasta experiência, como é o nervosismo diante de mais uma estreia?

Regina Volpato - Pela primeira eu não estou nervosa, estou calma. Vou continuar trabalhando com a equipe do “Manhã Maior”, um grupo que trabalha muito bem, com comprometimento, bom humor... E temos o acréscimo de pessoas do jornalismo, que só vão contribuir para este novo projeto.


NT - Qual a expectativa da equipe para o "Se Liga Brasil"?

RV - A expectativa de todos é que agrade o telespectador, e a minha expectativa pessoal é que meu desempenho possa ajudar a alcançar os resultados desejados e alegrar a manhã dos brasileiros.


NT - Como será o "Se Liga Brasil" exatamente e qual será o seu diferencial para outros programas do gênero?

RV - Será um programa que mescla jornalismo e entretenimento.  O “Se Liga Brasil” pretende informar melhor o telespectador desde cedo com notícias de todo o país traduzidas em uma linguagem simples.

E, além de informação, teremos outros assuntos que interessam a quem está em casa pela manhã: um pouco de fofoca, tendências de moda, a dieta do momento, debates e etc.

Coisas que não mudam tanto assim a vida das pessoas, mas pode deixar o dia mais divertido.

E, após o término do programa na TV, vamos ter 30 minutos diários na internet, no portal da RedeTV!. Acho que pode ser uma experiência interessante, já que na internet a linguagem é diferente.

Mas, na minha opinião, quem vai definir mesmo como será o programa é o telespectador, que é soberano. Chegamos com algumas apostas, mas é no ar que vamos ver o que agradar ou não.


NT - Há alguma meta ou "pressão" por audiência por parte da emissora?

RV - Pressão por audiência faz parte de qualquer emissora, é uma constante em nosso trabalho. Estou otimista e animada com bons resultados que certamente virão.


NT - Como você reagiu à proposta do canal para apresentar o "Se Liga Brasil"?

RV - Gosto de desafios e não tenho medo do novo. Trabalhar com outras pessoas, com troca diária, pode ser muito divertido, e já venho sentindo isso nos pilotos.

Além disso, o “Se Liga Brasil” mescla entretenimento, ao qual dediquei minha carreira nos últimos anos, e jornalismo, que foi como comecei minha trajetória. Por isso, estou bastante animada.


NT - Achou certa a troca do "Manhã Maior" por um novo programa?

RV - A RedeTV! é uma emissora que não tem medo de arriscar. Então acho que trocar o “Manhã Maior” por este novo programa, que é mais audacioso, tem tudo a ver com o perfil da casa.


NT - Já houve atraso de pagamento de salários na RedeTV! para você ou membros da sua equipe? Caso sim, como se sentiu? O que acha disso?

RV - Com relação a equipe, nada chegou até mim. E eu pessoalmente não tenho nada a reclamar da RedeTV!, ao contrário: sou bem tratada, as pessoas são muito carinhosas comigo, me tratam com respeito. Só fiz amigos lá e sou muito feliz.

No dia a dia o ambiente é divertido, descontraído, sem nunca fugir da preocupação de entregar o melhor conteúdo ao telespectador.



NT - Há algum tempo você está à frente de revistas eletrônicas. No que exatamente esse tipo de programa se difere do "Casos de Família", que você apresentou?

RV - O “Casos de Família”, na época que eu apresentava, era muito focado em comportamento e conflitos familiares, enquanto o “Manhã Maior” e o “Se Liga Brasil” abrangem mais assuntos.

No “Se Liga Brasil” também teremos pautas de comportamento, mas elas dividirão espaço com jornalismo, culinária, animais, estilo de vida, moda e etc. Temas diversos que interessam para quem está com a TV ligada pelas manhãs.


NT - O que você esta achando do "Casos de Família" com a Christina Rocha, que assumiu o programa de você há alguns anos?

RV - Diferente do programa que eu apresentava.


NT - Muitos boatos sobre você e Daniela Albuquerque surgiram, dando conta de que vocês não se davam muito bem. Como é seu relacionamento com ela?

RV - Houve empatia desde o dia que nos conhecemos no teste que fiz para apresentar o “Manhã Maior”. A minha convivência com ela sempre foi tranquila, divertida e nos tornamos companheiras. Hoje, apesar de não trabalharmos mais juntas, somos amigas e nos admiramos mutuamente.

Nos falamos com frequência, ela me ligou para desejar boa sorte ao novo programa e eu, da mesma maneira, estou torcendo por ela e por seus novos projetos.


NT - Quando você saiu do SBT, surgiram boatos sobre uma suposta ida sua para a Record? Você conversou, de fato, com a emissora?

RV - Sim. Tivemos uma paquera que não se concretizou.


NT - Você chegou a conversar sobre um possível retorno para o SBT? Voltaria?

RV - Não tive nenhuma conversa para voltar ao SBT. Sou uma pessoa privilegiada: gosto de todos os lugares pelos quais passei e, se fosse o caso, voltaria para todas as emissoras em que já trabalhei.


NT - Como vai ser trabalhar ao lado, diariamente a partir desta segunda-feira, de Douglas Camargo e Heaven Delhaye?

RV - Aposto que será prazeroso. Apesar de nos conhecermos há pouco tempo,  acho que tem tudo para formarmos um time entrosado.
Tecnologia do Blogger.