Header Ads

"Salve Jorge" chega ao fim com a pior audiência das 21h da Globo


http://natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/8f67169305dd059dcd16db98e871af88.jpgNT

O último capítulo de "Salve Jorge" foi ao ar na noite desta sexta-feira (17) na Globo. A novela de Glória Perez transmitiu seu capítulo de número 179, totalizando assim sete meses no ar.

Entre os desfechos de maior impacto estava a prisão de Wanda (Totia Meirelles) e Lívia (Cláudia Raia). A quadrilha de tráfico internacional foi desmontada, acarretando na prisão das duas vilãs e também de Rosângela (Paloma Bernardi).

Russo foi preso após cair em uma armadilha. Ele foi seduzido por Jô (Thammy Gretchen), que o convenceu de usar algemas enquanto ela fazia uma dança sensual. Ao prendê-lo na cama, ela anunciou que o bandido estava detido. As jovens traficadas também tiveram a oportunidade de atacá-lo antes de ele ser levado pela polícia.

Na prisão, Wanda se converteu à religião e passou a dedicar o seu tempo à Bíblia e a outros livros.
Helô (Giovanna Antonelli) e Stênio (Alexandre Nero) se casaram mais uma vez. O casal fez uma cerimônia na Zona Portuária do Rio de Janeiro junto a convidados.

Morena (Nanda Costa) e Théo (Rodrigo Lombardi) voltaram ao Brasil com Jéssica. Eles foram recepcionadas por Lucimar (Dira Paes).

Audiência:

"Salve Jorge" chega ao fim com média acumulada de 34,3 pontos, a qual é considerada a mais baixa da história das 21h. O desempenho chega a ser pior que o de "Passione", que teve 35,3 pontos e era detentora do posto até então.

Os números de "Salve Jorge" também apontam uma drástica queda se comparado ao Ibope da antecessora "Avenida Brasil", que teve 39 pontos de média.

Apesar da baixa, os índices de "Salve Jorge" foram crescendo em seu decorrer. As alterações no texto, as quais acarretaram no aumento de alguns personagens, como Helô, Wanda, Jéssica (Carolina Dieckman) e Lívia, alavancaram o Ibope mas não foram suficientes para que a trama tivesse patamares ao menos similares aos alcançados por suas antecessoras.

O recorde negativo de "Salve Jorge" é de 18 pontos, número que foi obtido na noite de Ano Novo.

Ainda assim, desprezado esta data e o Natal (19 pontos), a história chegou a níveis alarmantes de audiência ao marcar 23 pontos de média - número que atualmente não chegaria a ser considerado excelente nem na faixa das 18h, que agora é ocupada por "Flor do Caribe".

A rejeição à "Salve Jorge" também ocorreu por fatores externos ao próprio roteiro. Apesar de ter herdado o horário em alta de "Avenida Brasil", o Horário de Verão e as altas temperaturas atrapalharam, em partes, os números do folhetim.

Erros:

Embora tenha sido elogiada pela abordagem do tráfico internacional de pessoas, "Salve Jorge" teve grande repercussão por seus equívocos. Cenas com falhas de continuidade ou incoerentes foram as mais destacadas nas redes sociais, provocando inclusive a ira da autora Glória Perez.

Autora:

Assim como faz há vários anos, Glória Perez chamou para si a responsabilidade de todo o texto de "Salve Jorge". A roteirista não trabalhou com colaboradores, prática que é regra entre todos os autores, desde novatos como Lícia Manzo, até os mais experientes, como Manoel Carlos.

Glória acompanhou diariamente a repercussão da novela pelo Twitter, onde chegou a ter momentos de irritação. Ao ser questionada pelos telespectadores pelos sucessivos erros, ela afirmou que o telespectador deveria "voar" para entender a história. Ela também se revoltou diante dos que só reclamavam e alertavam as falhas.

Nesta semana, a autora disse que "Salve Jorge" seria sua última novela a abordar outro país com tamanha intensidade. Ela, que já tem outras três tramas neste perfil ("O Clone", "América" e "Caminho das Índias"), admitiu ter ideias para um novo trabalho e que adotará uma postura diferente.

Elenco:

"Salve Jorge" alavancou a carreira de diversos atores mas também minimizou a participação de outros. Saem em alta nomes como Nanda Costa, Totia Meirelles, Giovanna Antonelli, Adriano Garib, Dira Paes, Paloma Bernardi, Alexandre Barros e Thammy Gretchen.

Entretanto, ao mesmo tempo, atores de primeiro escalão como Vera Fischer, Cristiana Oliveira e Stenio Garcia foram praticamente esquecidos ou submetidos a participações de pouca expressividade.

Já o elenco, com quase 90 atores, desperdiçou gente. André Gonçalves sumiu de cena e nomes como Stênio Garcia, Cristiana Oliveira, Narjara Turetta e Otaviano Costa passaram longa temporada fora da tela. Duda Nagle, André Gonçalves e Sacha Bali foram outros que perderam bastante espaço no decorrer da história.

Na próxima segunda (20), estreia na faixa das nove "Amor à Vida", de Walcyr Carrasco.

Tecnologia do Blogger.