Header Ads

Edith tira Félix do armário após receber fotos dele transando com Anjinho em "Amor à Vida"

F5

Vem babado, gritaria e confusão por aí em "Amor à Vida" (Globo). E a artífice de tudo será a angelical Aline (Vanessa Giácomo).

Irritada com Félix (Mateus Solano), que está desconfiado de que ela é a amante do pai dele, César (Antonio Fagundes), a secretária vai ser a responsável por tirar o administrador do armário.

Primeiro, ela vai segui-lo até um restaurante e vai fotografá-lo na companhia do amante, Anjinho (Lucas Malvacini).

Como as fotos não ficaram comprometedoras o suficiente, ela seguirá o casal até o flat do mocinho para registrar os dois transando.

Ela vai entregar o material para Edith (Bárbara Paz) e tentará fazer com que ela desmascare o marido.

"Já pensou se o doutor César fica sabendo que o filho é gay e praticante?", dirá. "Ah, eu sou secretária do doutor César, sei como ele pensa. Ele não ia suportar. Eu nem sei o que o doutor César seria capaz de fazer se descobrisse a verdade..."

"Tenho certeza que ele seria muito duro com o Félix", responderá a traída.

"Então, quem sabe essa não seria a vingança perfeita por tudo o que o seu marido te fez?", incitará.

Aline ainda vai fazer com que Edith e Félix se desentendam para que a estilista use as fotos contra ele.

Fingindo trabalhar em uma agência, ela vai convidar Anjinho para um comercial e fazê-lo desmarcar um encontro com Félix.

O administrador vai chegar mais cedo em casa, na hora em que Edith estará transando com Wagner (Felipe Titto) no quarto.

O mordomo tatuado vai escapar pela janela, mas deixará a cueca, que Edith fará questão de mostrar para o marido.

"Ele me deseja tanto que se atreveu a vir até aqui, no nosso quarto", dirá. "Eu podia ir pra um motel ou pra um flat, como você faz com aquele Anjinho. Estou farta de saber. Enquanto você tá com ele, eu estou com meu amante aqui, na sua cama. Está aqui a prova..."

Félix vai dar um tapa na mulher e baterá no filho, que entra no quarto para defender a mãe. Ele também dirá que vai se separar de Edith.

"Você não pode se separar. Sabemos muita coisa. Sabemos do bebê na caçamba", lembrará Tamara (Rosamaria Murtinho), que entrou no quarto com a confusão.

"Eu posso dizer que é mentira de mulher abandonada. Eu praticamente peguei a sua filha na cama com outro homem. O que quer que ela diga, ninguém vai acreditar", dirá. "Além do mais, faça uma acusação desse tipo e digo que ela e você foram cúmplices, que sabiam de tudo o tempo todo. Pior, digo que foi ideia dessa piranha! Abram a boca, se eu cair, vocês caem junto."

O administrador sai do quarto e conta para toda a família que Edith não vale nada.

"Quem não vale nada é você, Félix", dirá, antes de tirar o marido do armário. "O Félix é gay."

"Mentira! Ela tá dizendo isso porque eu descobri que ela me trai", retrucará. "Hoje eu cheguei em casa mais cedo que o normal. E ela tava seminua, com a cama desfeita. O amante dela tinha acabado de sair!"

"Edith, eu sei que, quando o marido pede a separação, muitas vezes a mulher é tomada pela raiva, perde a cabeça...", dirá César. "Por isso eu quero a verdade, Edith! Você está fazendo essas acusações, inventando isso tudo, para se vingar do Félix? Ele é casado com você há tantos anos, tem um filho. Não pode ser gay"

"Não seja ridículo, César. Você me apresentou para o Félix porque tinha medo que ele fosse gay", responderá Edith. "Praticamente me empurrou para os braços dele!"

Diante da surpresa de todos, Edith mostrará as fotos e gritará: "Eu cansei de me controlar todos esses anos. Bicha!"

"Vadia!", responderá ele, tentando fazer o pai acreditar que é tudo uma armação da mulher.

"Nem fala comigo agora, Félix!", dirá César irritado. "Preciso me acalmar antes de ter uma conversa séria com você!"
Tecnologia do Blogger.