Header Ads

SBT apresenta "Chiquititas" à imprensa; confira detalhes da novela

NT

Em um café da manhã promovido nesta terça-feira (02), nos estúdios da Anhanguera, o SBT apresentou à imprensa "Chiquititas", a sua próxima aposta na dramaturgia.

Estiveram presentes na ocasião o elenco completo, tanto infantil como o adulto, a autora Íris Abravanel, que emplacará sua terceira novela seguida na faixa das 20h30 (após "Corações Feridos" e "Carrossel") e Reynaldo Boury, que também vai para seu terceiro trabalho no canal (depois de "Amor e Revolução" e "Carrossel").

Exibição:

O remake de "Chiquititas" deverá ter aproximadamente 300 capítulos, durando assim pouco mais de um ano no ar. Diferente da versão original, que teve cinco temporadas, esta terá apenas uma, a qual será dividida em duas fases.

Produção:

Mais mudanças também deverão ser perceptíveis aos telespectadores que acompanharam a versão de 1997. Recursos mais modernos de computação deverão ser usados em maior escala, por exemplo.



Emílio Eric Surita e Letícia Navas estarão em "Chiquititas"

"Chiquititas" já tem mais de 50 capítulos gravados, porém nenhum deles ainda foi finalizado. Este trabalho deverá ser intensificado a partir de agora.

Uma das diferenças, por exemplo, se trata propriamente da produção. Em 1997, "Chiquititas" foi co-produzida com a Telefe na Argentina, visando a redução de custos e, ainda que a emissora tivesse bancado todo o elenco em Buenos Aires, a parceria compensava.

Desta vez a produção será toda do SBT, não sendo necessária nenhuma locação ou parceria de outra empresa.

Até mesmo uma cidade cenográfica, que só chegou à original na segunda temporada, foi construída e estará presente desde a estreia.

Músicas:

Com supervisão musical de Arnaldo Saccomanni, Laércio Ferreira e o também diretor Ricardo Mantoanelli, "Chiquititas" terá uma trilha sonora mista.

Haverá regravação de sucessos que marcaram a versão original, como "Remexe" e "Coração com Buraquinhos". Por outro lado, músicas inéditas e clássicos da MPB, como Toquinho, Gilberto Gil, Chico Buarque e Caetano Veloso também estarão na trilha.



O diretor Reynaldo Boury e a autora Íris Abravanel

Atores:

O elenco de "Chiquititas" está bastante empolgado na busca por um bom trabalho. A expectativa é que a novela consiga repetir o sucesso da versão original, que foi responsável por emplacar ou impulsionar a carreira de vários nomes que hoje estão em evidência.

Atores como Carmo Dalla Vecchia, Bruno Gagliasso, Débora Falabella, Fernanda Souza, Marcos Pasquim, Sthefany Brito, Jonatas Faro, Carla Diaz e Bianca Rinaldi passaram pela trama e hoje estão em evidência na dramaturgia brasileira.

Apesar disso, também há a vontade de se diferenciar dos atores que interpretaram os papéis na versão original. Manuela do Monte, por exemplo, revelou ter usado Flávia Monteiro como referência para criar a Carol, mas deixou claro que colocou um toque seu na personagem. Giovanna Grigio, a Mili, foi ainda mais enfática: “Eu não gosto muito de comparação. Ela fez a Mili dela e eu tô buscando fazer a minha Mili. Tem que lembrar também que a outra Mili era feita nos anos 90, a de hoje é mais moderna”.

Junior, o neto do diretor:

O protagonista de "Chiquititas", Guilherme Boury, é neto do diretor-geral da novela, Reynaldo Boury.

Por incrível que pareça, apesar do parentesco, Reynaldo não queria o neto para o papel de Junior. "Meu avô não queria que fosse eu, porque o personagem é mais velho. (...) Gostaram do teste, mas quem bateu o pé e me quis no elenco foi a Dona Íris (em referência à autora Íris Abravanel)".

Guilherme Boury tem passagens pela Record ("Alta Estação", de sua mãe, Margareth Boury, e "Amor e Intrigas) e pela Globo ("Fina Estampa") e está em seu primeiro trabalho pelo SBT. O ator está bastante empolgado por trabalhar com seu avô, apesar de nunca ter imaginado que isto poderia vir a ocorrer.

Para compor o Junior, Guilherme afirma ter procurado um fonoaudiólogo para diminuir o sotaque carioca e que buscou inspiração em atrações adolescentes, como "Glee", "High School Musical" e até mesmo "Rebelde", que também foi escrita por sua mãe, na Record.

A nova Carol:

Assim como Guilherme Boury, Manuela do Monte está em seu primeiro trabalho no SBT e será a Carol.

Entretanto, diferente do parceiro, que só fez a primeira temporada da versão original, a Carol ficou no ar durante as cinco temporadas e as comparações serão inevitáveis com o papel de Flávia Monteiro.

Apesar disso, Manuela já sabe que terá que enfrentar o assédio das crianças nas ruas e garante estar preparada para isso: "Eu fiz a novela 'Malhação', então eu já tinha esse carinho do público jovem na rua. Portanto estou preparada para o assédio das crianças na rua".

Manuela do Monte protagonizou a temporada 2003 da novela adolescente da Globo ao lado de Sérgio Marone, porém, assim como a maior parte das protagonistas da época, como Rafaela Mandelli, Juliana Silveira e Juliana Didone, não teve grande espaço na emissora.

"Chiquititas" estreia no próximo dia 15 de julho, às 20h30, no SBT.
Tecnologia do Blogger.