Header Ads

Ana Paula Padrão: ninguém acredita que frito bife

BAND

Ana Paula Padrão passou pelas dependências do Grupo Bandeirantes nesta quinta-feira, dia 3, para gravar as primeiras chamadas do "MasterChef" e conversou com o Portal da Band.
 
O reality, que estará em breve na grade da emissora, contará com a jornalista no comando e três chefs renomados como júri fixo, são eles: Paola Carosella (Arturito), Henrique Fogaça (Sal) e Erick Jacquin (La Brasserie).
 
Simpática e muito animada com o novo projeto, a apresentadora entrou no estúdio e fez questão de cumprimentar toda a equipe antes de dar início ao trabalho.
 
"A gente vai morrer de cansaço, mas vamos nos divertir bastante", disse ao se posicionar para takes ao lado do elenco, relembrando que a programação prevê 12 horas de gravações diárias.
 
"O MasterChef é um formato que mistura entretenimento com uma dose boa de realidade. Então, ele me deixa confortável e foi por isso que eu topei. Eu acho que, primeiro, vou me divertir muito fazendo. Segundo, é um bom treinamento, é uma boa fase de passagem do Jornalismo para o Entretenimento. Os competidores estão ali de verdade, dando seu melhor, executando uma função para chegar a um prêmio. Então não é apenas um reality, é um talent. Tem uma dose muito boa de verdade, me deixou à vontade pois se parece comigo", explica sobre sua transição profissional.
 
Já que agora seu principal assunto será culinária, Ana Paula garante que faz bonito. "Cozinho pra caramba. Eu sou boa cozinheira, mas ninguém acredita que frito um bife e que sou boa nisso. Essa vai ser a grande oportunidade da minha vida de mostrar que eu entendo do negócio. Estou adorando essa parte e vou provar", afirma.
 
Assistido por mais de 250 milhões de pessoas, o maior reality show de culinária do mundo chega ao Brasil na tela da Band oferecendo um prêmio de R$ 150 mil. Mais de 145 países (como Austrália, EUA, Portugal, Israel, Vietnã, Arábia Saudita, Rússia, Peru, China e outros) já viveram esta experiência.
 
"A chegada de MasterChef certamente contribuirá para a qualidade do conteúdo em nosso horário nobre. O programa foi escolhido porque é um formato internacional que une duas paixões brasileiras: cozinha e entusiasmo por competição. Além disso, também gostamos da ideia de descobrir um novo talento culinário no país", explica Diego Guebel, diretor de conteúdo TV da emissora.
Tecnologia do Blogger.