Header Ads

Datena quase arruma encrenca com argentinos; Galvão sofre com a voz

NOTÍCIAS DA TV

A vitória da Alemanha sobre a Argentina, na final da Copa do Mundo, neste domingo (13), no Maracanã, foi muito comemorada por José Luiz Datena no BandSports. O narrador, um dos grandes destaques das transmissões do Mundial, chamou a atenção novamente e movimentou as redes sociais.

Desesperado em muitos momentos da partida, Datena criou duas hashtags muito utilizadas pelo público no Twitter: #saicapeta, para espantar a Argentina e tirar o técnico Luiz Felipe Scolari e o assistente Carlos Alberto Parreira da seleção brasileira, e #vaisalsichão, no início da prorrogação. As duas tiveram centenas de menções.

No final, disse que respeitava os argentinos, mas justificou a torcida contra. “Estamos devolvendo tudo que eles tiraram de sarro de nós. Acabei de ir ao banheiro e tiraram sarro de mim, só não arrumei rolo porque estava trabalhando aqui”, disse.

Durante a transmissão, além de torcer pela Alemanha, Datena reclamou do atraso do retorno em seu ouvido (“Até ir ao satélite e voltar aqui estaremos na Copa do Catar”), zombou de Higuain (“Vai comemorar em Buenos Aires, meu chapa”) e percebeu que o alemão Khedira não estava em campo apenas aos 12 minutos do primeiro tempo _o atleta sentiu uma contusão no aquecimento.

Quase sem voz, Galvão Bueno se esforça para gritar gol

A Globo usou praticamente toda sua equipe para a transmissão. Além de Galvão Bueno, Ronaldo, Casagrande, Caio Ribeiro e Júnior estádio, apareceram Cleber Machado, Luis Roberto de Múcio, Roberto Carlos, Juninho Pernambucano e Roger Flores no estúdio.

Galvão Bueno ficou rouco no segundo tempo. O narrador quase perdeu a voz na prorrogação, mas encontrou forças para gritar o gol da Alemanha e anunciar “Acabou! Acabou! A Alemanha é tetra”, ao final da transmissão. Em seguida, a emissora mostrou imagens ao vivo da torcida alemã em Berlim.

Transmissões

Danilo Gentili, apresentador do The Noite, do SBT, e o jornalista e escritor José Roberto Torero participaram da transmissão do Fox Sports 2. Gentil não fez tantas piadas como Léo Lins e Murilo Couto, por exemplo. Numa delas, disse que a chamativa placa que indicava os acréscimos era o relógio de pulso de Fausto Silva.

“Não deu para Lionel Messi, a Alemanha é campeã, acabou o jejum de 24 anos de espera”, disse, ao fim do jogo, Gustavo Villani na Fox Sports. “Desilusão, choro de quem se viu tão perto e vai ter de esperar mais quatro anos”, ressaltou Paulo Andrade na ESPN Brasil. “A emoção, os tapas no pescoço, a mão na bunda, tirem as crianças da sala”, brincou Paulo Bonfá. “A Copa é alemã”, resumiu Luiz Carlos Junior no Sportv.

Audências

A final da Copa do Mundo no Brasil rendeu 28,9 pontos à Globo na Grande São Paulo, segundo dados preliminares. Foi um ponto a mais do que a decisão de 2010, na África do Sul, vencida pela Espanha. Hoje, a Band cravou 8,1 pontos. No horário, o SBT teve 3,7 e a Record, 2,9.

Ainda de acordo com dados preliminares, a Globo cravou 33 pontos no Rio de Janeiro, 29 em Belo Horizonte, 36 em Brasília e 38 em Recife.

Equipes de transmissão

Globo: Galvão Bueno (narração), Ronaldo, Casagrande, Caio Ribeiro e Junior (comentários), Arnaldo Cézar Coelho (comentários de arbitragem).

Band: Téo José (narração), Neto e Edmundo (comentários).

Sportv: Luiz Carlos Junior (narração), Lédio Carmona e Belletti (comentários).

ESPN Brasil: Paulo Andrade (narração), Paulo Calçade, Paulo Vinicius Coelho, Gustavo Hofman e Sorin (comentários).

Fox Sports: Gustavo Villani (narração), Mauro Beting e Vanderlei Luxemburgo (comentários), Carlos Simon (comentários de arbitragem).

Fox Sports 2: Paulo Bonfá (narração), Marília Ruiz, Danilo Gentili e José Roberto Torero (comentários).

BandSports: José Luiz Datena (narração), Branco (comentários).
Tecnologia do Blogger.