Header Ads

Repórter do extinto "Arena SBT" sofre assalto à mão armada em SP

Repórter do extinto NT
 
Repórter do recém-extinto programa esportivo do SBT, o "Arena SBT", a jornalista e apresentadora Juliana Franceschi sofreu um grande susto na noite da última terça-feira (22).

Juliana estava em seu carro nas ruas de São Paulo, quando parou em um semáforo e meliantes lhe abordaram, pedindo tudo o que ela tinha. Como sua bolsa com dinheiro e celular estava no porta-malas, eles levaram jóias, roupas e maquiagem. Além disso, Juliana foi ameaçada de morte por uns dos bandidos, que tinha uma arma em seu poder, pelo menos cinco vezes. No fim, nada de mais grave aconteceu.

Por capricho do destino, o fato ocorreu no mesmo dia em que o SBT anunciou o cancelamento do programa onde trabalhava. O NaTelinha entrou em contato com Juliana Franceschi , que disse não estar 100% recuperada do baque. A jornalista também criticou a segurança pública do nosso país: "Não estou 100%, mas vou ficar. Do começo ao fim, só pensava que ia morrer. Todos estamos sujeitos nesse país. Somos reféns de uma segurança ilusória, quase que inexistente. Eu vou superar".

"Arena SBT" não resiste e é cancelado; "Caso Encerrado" está de volta SBT é condenado a indenizar Record em R$ 350 mil por plágio de quadro SBT confirma "Cúmplices de um Resgate" como sua próxima novela infantil
Esta é a segunda contratada do SBT que sofre com a violência urbana em São Paulo em poucos dias. Na semana passada, a repórter do programa "Okay Pessoal!!!", Vanessa Hadi, levou um tiro no pé durante uma tentativa de assalto.

Em tempo

O "Arena SBT" saiu do ar por conta dos baixos números, que ficavam entre 2 e 5 pontos no Ibope da Grande São Paulo. No seu lugar, entrará o "Caso Encerrado", com casos mais pesados e bizarros.

Até o momento, a situação dos contratados para o "Arena" ainda não foi definida. Tudo deverá ser decidido na próxima semana, com reuniões da direção artística.
Tecnologia do Blogger.