Header Ads

Andressa Urach comenta a morte de Raquel Santos, ex-candidata do Musa do Brasil

Fonte: TV FAMA

Andressa Urach não chegou a conhecer Raquel Santos, finalista do concurso Musa do Brasil, mas comentou sua morte prematura através das redes sociais na manhã desta quarta-feira (13). Raquel faleceu na última segunda-feira (11) em um hospital de Niterói, no Rio de Janeiro, após se submeter a um procedimento estético chamado 'bigode chinês'.

"Muito triste com essa notícia, não conheci esta moça, mas poderia ter terminado assim a minha história. Que Deus tenha misericórdia dessa Alma, estarei orando por essa mãe e que Deus conforte esse coração", escreveu Andressa.

Urach também relembrou um pouco de sua história: "Infelizmente eu quase morri por excesso de vaidade, a busca pela perfeição acabou estragando meu corpo. Tudo porque eu queria ser perfeita, não me aceitava... Queria ser famosa a todo custo... Ter dinheiro a todo custo... Queria preencher um vazio... Eu realmente precisei quase morrer para aprender, precisei quase perder as pernas, quase ter elas amputadas! Hoje eu agradeço por ter pernas e amo minhas cicatrizes, aprendi a me dar valor, criar valores, agradeço todos os dias por poder caminhar, ter essa segunda chance, se não tivesse sofrido o que sofri, chegado no fundo do poço, "não teria mudado", na dor aprendi a corrigir os erros do passado, aprendi a me perdoar e perdoar quem me fez muito mal".

E continuou: Quantas Raqueis, Marias, Joanas, Andressas, já morreram e infelizmente não tiveram a segunda chance, não corra esse risco minha amiga, achando que com você não vai acontecer! (Eu pensava assim: A cirurgia ou o procedimento não vai dar errado, se der problema no futuro, lá eu resolvo. E minha frase favorita era: A dor passa a beleza fica) eu não enxergava o tamanho da minha ignorância e no fim vocês viram o que aconteceu comigo, minha perna apodreceu e quase morri e infelizmente é o que mais acontece, milhares de mulheres que morrem em procedimentos estéticos ou tem seu corpo destruído por erros médicos ou então problemas de rejeição do organismo. Mas só hoje entendo a raiz do problema... Eu não me amava, não me aceitava, não me dava o valor, tinha muitos traumas, era impulsiva, consumista, extremamente vaidosa, tudo em excesso, porque não entendia que existia um mal e a raiz era espiritual e que essa raiz deveria ser eliminada! Não queria reconhecer que precisava de ajuda!!!".

"Quando chegamos no fundo do poço somos obrigados a olhar pra cima, pedir socorro, ser humilde, reconhecer os erros, se arrepender e principalmente não voltar a cometer os mesmos erros. 27 anos de erros e uma decisão mudou minha vida, me converti, coloquei minha vida no altar, obedeci e então me libertei", concluiu Andressa.
Tecnologia do Blogger.